Perigos no MDF: mitos e verdades

Muitas pessoas acreditam que o MDF pode ser perigoso ou que não vale o investimento. Essa crença se dá por conta das diversas teorias negativas que estão em volta desse material.

            Assim como os mitos criados para muitos produtos pelo mercado, a finalidade é de desvalorizar o material e, muitas vezes, são espalhados por conta da competitividade.

Dessa forma, é importante lembrar que cada material tem sua finalidade e é necessário buscar qual atende melhor suas necessidades e desejos.

            Para te ajudar a entender quais são os reais perigos (ou não) que podem estar relacionados a esse material, o artigo de hoje irá tratar acerca dos mitos e verdades sobre MDF.

Mito: MDF é resistente a água

            O MDF é um material que possui sim certa resistência a água, porém, é claro, isso depende da frequência ou quantidade com que o material entra em contato com a água.

            Ainda sim, não se pode afirmar que o MDF é resistente a água já que, uma vez molhado, ele já não terá a mesma qualidade de antes

Isso ocorre porque o MDF molhado acaba inchando por conta da umidade. E, com isso, os fungos podem aparecer e acabarem por acabar de vez com a vida útil da madeira.

Portanto, para evitar com que isso aconteça, é importante investir em móveis de MDF mais protegidos e com um bom acabamento. Lembrando, é claro, que isso não irá salvar o móvel se ele entrar em contato com uma grande quantidade de água.      

Verdade: MDF recebe melhor acabamento

            Em comparação com outros materiais em madeira existentes no mercado como o MDP, o MDF recebe melhor acabamento por conta da sua composição.

            O MDF, além de não ser composto por camadas, é um material mais plano e liso. Por isso, ele se torna uma melhor opção para a realização de acabamentos.

            Sem contar que ele recebe melhor também a tinta, verniz e revestimentos de papéis, películas e laca.

Mito: MDF é imune a infestação de cupins

Este é um dos principais mitos espalhados: de que o MDF é imune a infestação de cupins.

Acontece que o MDF não foi feito para resistir a esse tipo de problema, já que nenhum tratamento para isso é realizado na sua fabricação.

Entretanto, o material é prensado com uma temperatura aproximada a 200ºC, quente o suficiente para eliminar a presença de qualquer problema causada por insetos como o cupim.

Sendo assim, o MDF chega às revendas livre desse tipo de praga. Porém, nada impede de que o material acabe sendo afetado pelos cupins devido o deslocamento para outros lugares.

Dessa forma, é importante manter a dedetização em dia e deixar o MDF armazenado em locais seguros desse tipo de problema. Além disso, tratar o material com verniz e manter a higienização correta são cuidados fundamentais.

Verdade: MDF tem mais liberdade de design

            O MDF é um material criado com o uso de fibras de madeira e resina sintética, que tem como resultado um material plano e liso.

            Por ser uniforme, as placas de MDF aceitam cortes mais definidos e em diferentes direções. Logo, é verdade que o MDF tem mais liberdade de design.

            Assim, com o uso desse material, é possível obter um móvel bem revestido, sofisticado e com um ótimo acabamento. Com a facilidade de corte e definição a estética é bastante agradável, permitindo peças mais arredondadas e manipuláveis.

            Agora que você já conhece quais são os perigos do MDF e os mitos e verdades que são ditos sobre esse material, fique longe de preconceitos.

            O MDF é um material que, além de ser sustentável, é uma ótima alternativa para quem procura por móveis mais sofisticados e com um ótimo acabamento.

            Além de ser agradável aos olhos com acabamentos mais arredondados, o MDF é indicado para o corte de peças retas, usinagens e utilizado molduras, entalhes e perfis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *